Pesquise Preços de Medicamentos e Compre Online Pagina Principal Notícias e novidades ABC da Saúde Contato Adicione este site aos seus favoritos
Pesquisar

Pilula do dia seguinte
 
Publicada em 06/02/2010 10h43


PÍLULA DO DIA SEGUINTE SÓ DEVE SER USADO EM CASOS DE EMERGÊNCIA, ALERTAM ESPECIALISTAS

Se a camisinha estourou ou o anticoncepcional ficou esquecido na gaveta, uma opção para evitar uma gravidez indesejada pode ser a pílula do dia seguinte, um comprimido de emergência que só deve ser usado em situações excepcionais.

Tomada até 24 horas após a relação sexual, a pílula evita a fecundação do óvulo em até 98% dos casos.

 


A ginecologista Simone Nogueira, da Clínica Dale, explica que a pílula do dia seguinte não deve ser usada como um método contraceptivo, e não pode ser ingerida de forma corriqueira.

Como o método consiste na ingestão de altas doses de hormônios como estrogênio e progesterona, não se sabe os efeitos do medicamento a longo prazo no aparelho reprodutor.


- Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a pílula do dia seguinte não é abortiva.

Os hormônios contidos no medicamento impedem que o corpo se prepare para uma possível gravidez.

Ou seja, o movimento das trompas fica mais lento, impedindo que o espermatozóide chegue ao óvulo, e modifica o endométrio, que não fica espesso o suficiente para que o óvulo ser implantado - explica a ginecologista.

Esta pílula é contra-indicada para mulheres hipertensas ou com histórico de problemas cardiovasculares ou no fígado.

Ela deve ser comprada apenas com receita médica e pode causar enjoos, vômitos e dores de cabeça.


- Há três formas de tomar a pílula do dia seguinte.

A primeira, que indico apenas para mulheres que estão em lugares mais remotos e não tem como falar com o ginecologista, é tomar doses mais altas da pílula comum.

Não pode ser qualquer pílula, por isso, é importante conversar com o médico antes de usar o método. Os dois outros são os comprimidos de emergência, que podem ser tomados de duas maneiras: em duas doses, uma a cada 12 horas, ou em uma única dose mais forte - diz Simone.

Ela frisa que apesar da polêmica, o medicamento é relativamente seguro.

Porém, a pílula nunca deve ser tomada se já existe uma suspeita de gravidez.

Como o medicamento não tem efeito abortivo, o feto resiste a enxurrada de hormônios, mas os efeitos colaterais no bebê ainda são pouco conhecidos.

- O aborto é a terceira causa de morte entre mulheres grávidas justamente porque usam métodos clandestinos.

Mais vale um contraceptivo de emergência tomado na hora certa do que um aborto provocado mais tarde - afirma.

SEXO SEGURO

No carnaval, o risco de sexo sem proteção aumenta, lembram as ginecologistas.

Por isso nada de descuidar da camisinha.


- O preservativo masculino ainda é uma das melhores formas de evitar a gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis, principalmente se usada corretamente.

O ideal é usar a camisinha sempre, já que algumas DSTs podem ser contagiosas mesmo sem sintomas aparentes - diz Maria Cecília.

A dor de cabeça de lidar com uma DST, afirma a médica, não compensa os minutos de prazer sem um contraceptivo.

O HPV, o HIV e a hepatite C não têm cura e podem levar a morte precoce, e outras, como a clamídia, podem causar infertilidade.

- Para garantir que a camisinha é boa, verifique se ela tem o selo do Inmetro.

As importadas devem ser aprovadas pelo FDA. Use sempre um lubrificante à base de água, que diminui o risco de rasgos, coloque o preservativo com calma, e siga sempre as instruções de uso - completa a médica. 

Fonte: O GLOBO – RJ 



Lenalidomida é incluída em controle especial    
Estudo mostra aumento de problemas cardíacos por causa de analgésicos    
Dor de cabeça não é mera desculpa    
Distúrbio e Hormônio do Crescimento GH    
Ginastica para gestantes    
Garrafada de Plantas Medicinais    
Saude e Sexualidade: Pompoarismo    
Cha verde protege contra Alzheimer e cancer    
Cuba anuncia 1a vacina terapeutica contra cancer de pulmão    
Cientistas descobrem como alguns canceres se tornam malignos    
Cientistas chilenos desevolvem vacina contra alcoolismo    
ASMA: A VILÃ DA INFÂNCIA    
Dicas para acabar com a celulite e estrias    
Sonho: Desejo de engravidar    
A Cura do câncer    
A Cura da AIDS    
O poder do vinho na saude    
Infertilidade humana    
4BIO Medicamentos Especiais    
Corrimento vaginal: Como evitar    
Câncer de mama    
Câncer colo-retal    
Osteoporose    
Glaucoma    
Próstata    
Calvície    
Disfunção erétil    
Tamanho do pênis    
Tensão Pré menstrual    
Espinhas, cravos, acne    
Ejaculação precoce    
Viva mais e melhor    
Parar de fumar    
Doenças Cardíacas    
Hemorróidas    
Labirintite    
Infarto cardíaco    
Obsesidade    
Cólicas Menstruais    
Síndrome do Ovário Policístico    
Câncer colo-retal    
10 dicas para a saúde sexual masculina    
Obesidade x Saúde sexual    
Os riscos da falta de vitamina D    
Grandes doses de vitamina B podem atrasar ou deter o Alzheimer    
O poder do AMARANTO    
Estatinas contra o Colesterol    
Diabetes. Preciso tomar remédios?    
Tudo sobre Força Muscular e Saude do corpo    
Pilula do dia seguinte    
Dicionário Médico    
Disposição versus cansaço    
Principais laboratorios    
O dano dos anabolizantes    
Viagra x Cialis x Levitra - Comparativo medic. para impotencia    
10 perguntas e respostas sobre pílulas anticoncepcionais    
Musculação    
Homeopatia X Alopatia    
Medicamentos similares    
Medicamento de referência    
Medicamentos genéricos    

O Ministério da Saúde adverte: Todo medicamento pode causar mal a saúde. Todas informações sobre saúde contidas neste site são fornecidas somente para fins educativos e não pretendem substituir, de forma alguma, as discussões estabelecidas entre médico e paciente.
Todas as decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, que levarão em consideração as características exclusivas de cada paciente. Não faça auto-medicação. Consulte o médico regularmente.
Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia Encontre medicamentos e muito mais. Pesquise preços, compare e Compre online!
Preços de Medicamentos - ® 2010. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA PRINCIPAL | QUEM SOMOS | NOTÍCIAS | ABC DA SAÚDE | CONTATO
contato@precosdemedicamentos.com.br