Pesquise Preços de Medicamentos e Compre Online Pagina Principal Notícias e novidades ABC da Saúde Contato Adicione este site aos seus favoritos
Pesquisar

Grandes doses de vitamina B podem atrasar ou deter o Alzheimer
 
Publicada em 11/09/2010 18h58

Dose maciças de vitamina B podem atrasar e inclusive deter o Alzheimer em pessoas idosas, segundo estudo publicado na revista científica online "Public Library of Science One".

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, com colaboração de cientistas noruegueses, descobriu que caso sejam tomadas grandes doses de vitaminas B diariamente, a redução do tamanho do cérebro que acontece com a idade é atrasada.

Em teste que durou dois anos e contou com a participação de 168 idosos, foi constatada uma redução de até 50% no ritmo de atrofia do cérebro, e uma média de 30%.

Aproximadamente 14 milhões de europeus e cinco milhões de americanos têm problemas de memória e outras funções mentais, conhecidas como Deterioração Cognitiva Ligeira, que podem evoluir para Alzheimer.

Entretanto, os pesquisadores mostram prudência, e dizem que é prematuro recomendar a ingestão desse tipo de suplementos vitamínicos aos anciãos antes de realizar novos estudos e pesar riscos e benefícios.

Nos testes médicos efetuados, foram utilizadas doses 300 vezes superiores à ingestão recomendada da vitamina B12 e quatro vezes os níveis recomendados de ácido fólico.

Isso significa que a vitamina foi usada como um fármaco, e não como um suplemento vitamínico, o que requer testes para saber se há riscos associados.

A vitamina B é encontrada de forma natural na carne e cereais integrais, e contribui para crescimento e divisão das células, além de fortalecer o sistema imunológico e manter pele e a estrutura óssea saudáveis.

Os pesquisadores administraram doses diárias da vitaminas B12, B6 e B9 (ácido fólico) a um grupo de 84 pessoas enquanto outro grupo recebeu um placebo.

Depois de dois anos, os dados apontados demonstraram que os cérebros dos tinham tomado as vitaminas tinham reduzido menos - apenas 0,76% ao ano - que os do placebo (1,08% por ano), o que representa uma diferença de 31%.

No caso dos idosos que melhor responderam ao tratamento, o ritmo de redução do cérebro diminuiu 53%.


Os pesquisadores acreditam que as vitaminas B diminuíram a atrofia cerebral, reduzindo os níveis de um aminoácido presente no sangue, conhecido por homocisteína.

As pessoas que tinham os níveis mais altos de homocisteína no sangue foram as que mais se beneficiaram.

Segundo o professor David Smith, do Departamento de Farmacologia da Universidade de Oxford, um dos responsáveis pela pesquisa, "os resultados são espetaculares".

"Esperamos que este tratamento simples e seguro atrase o desenvolvimento da doença de Alzheimer em pessoas que sofrem ligeiros problemas de memória", disse Smith.

Para este cientista, a questão fundamental é saber se a Deterioração Cognitiva Ligeira é só o começo da doença de Alzheimer, ou seja, se é um processo contínuo e progressivo, como ele mesmo suspeita.


Fonte: EFE  09/09/2010



Lenalidomida é incluída em controle especial    
Estudo mostra aumento de problemas cardíacos por causa de analgésicos    
Dor de cabeça não é mera desculpa    
Distúrbio e Hormônio do Crescimento GH    
Ginastica para gestantes    
Garrafada de Plantas Medicinais    
Saude e Sexualidade: Pompoarismo    
Cha verde protege contra Alzheimer e cancer    
Cuba anuncia 1a vacina terapeutica contra cancer de pulmão    
Cientistas descobrem como alguns canceres se tornam malignos    
Cientistas chilenos desevolvem vacina contra alcoolismo    
ASMA: A VILÃ DA INFÂNCIA    
Dicas para acabar com a celulite e estrias    
Sonho: Desejo de engravidar    
A Cura do câncer    
A Cura da AIDS    
O poder do vinho na saude    
Infertilidade humana    
4BIO Medicamentos Especiais    
Corrimento vaginal: Como evitar    
Câncer de mama    
Câncer colo-retal    
Osteoporose    
Glaucoma    
Próstata    
Calvície    
Disfunção erétil    
Tamanho do pênis    
Tensão Pré menstrual    
Espinhas, cravos, acne    
Ejaculação precoce    
Viva mais e melhor    
Parar de fumar    
Doenças Cardíacas    
Hemorróidas    
Labirintite    
Infarto cardíaco    
Obsesidade    
Cólicas Menstruais    
Síndrome do Ovário Policístico    
Câncer colo-retal    
10 dicas para a saúde sexual masculina    
Obesidade x Saúde sexual    
Os riscos da falta de vitamina D    
Grandes doses de vitamina B podem atrasar ou deter o Alzheimer    
O poder do AMARANTO    
Estatinas contra o Colesterol    
Diabetes. Preciso tomar remédios?    
Tudo sobre Força Muscular e Saude do corpo    
Pilula do dia seguinte    
Dicionário Médico    
Disposição versus cansaço    
Principais laboratorios    
O dano dos anabolizantes    
Viagra x Cialis x Levitra - Comparativo medic. para impotencia    
10 perguntas e respostas sobre pílulas anticoncepcionais    
Musculação    
Homeopatia X Alopatia    
Medicamentos similares    
Medicamento de referência    
Medicamentos genéricos    

O Ministério da Saúde adverte: Todo medicamento pode causar mal a saúde. Todas informações sobre saúde contidas neste site são fornecidas somente para fins educativos e não pretendem substituir, de forma alguma, as discussões estabelecidas entre médico e paciente.
Todas as decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, que levarão em consideração as características exclusivas de cada paciente. Não faça auto-medicação. Consulte o médico regularmente.
Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia Encontre medicamentos e muito mais. Pesquise preços, compare e Compre online!
Preços de Medicamentos - ® 2010. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA PRINCIPAL | QUEM SOMOS | NOTÍCIAS | ABC DA SAÚDE | CONTATO
contato@precosdemedicamentos.com.br