Pesquise Preços de Medicamentos e Compre Online Pagina Principal Notícias e novidades ABC da Saúde Contato Adicione este site aos seus favoritos
Pesquisar

Dicionário Médico
 
Publicada em 19/01/2010 00h12

A

Artéria coronária
Vaso que transporta sangue para o músculo do coração.

Arteriosclerose
Endurecimento e perda de flexibilidade das artérias, causada pelo acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos.

Articulação
Área de junção de dois ou mais ossos que permite movimento.

Artrite
Inflamação nas articulações. Provoca dor, inchaço e dificuldade de movimentação.

Artrose
Doença degenerativa em uma articulação.

B
 

Broncopneumonia
Pneumonia que dá nos métodos de imagem um aspecto característico, com infiltrado em volta dos brônquios.

Broncoscopia
Exame visual da parte interna dos brônquios, feito com auxílio de um instrumento especial (que utiliza fibra óptica) chamado broncoscópio.

Bronquiolite
Inflamação dos bronquíolos, que pode estar associada a diversas doenças pulmonares, entre elas a broncopneumonia.

Bronquite
Nome genérico da obstrução das vias aéreas que se caracteriza por falta de ar e “chiado” no peito.

Bursite
Inflamação da bursa (tecido gorduroso presente em algumas articulações e que tem como principal função a proteção mecânica ou o amortecimento da articulação).

 

C
Coma induzido
Expressão utilizada para descrever a condição de alteração da consciência pelo uso de drogas sedativas.

Constrição
Compressão, contração ou estreitamento.

Contusão
Lesão sem ruptura de qualquer órgão, geralmente provocada por um golpe ou trauma.

Craniotomia
Qualquer cirurgia realizada no crânio, sendo que o osso é recolocado em seu local de origem.

Crônico
Diz-se de doença de evolução prolongada.

Cultura
Cultivo de microorganismos em laboratório – em meios de cultura ou em culturas de tecido.

D

Distúrbio
Alteração na estrutura ou no funcionamento de um dos componentes do organismo causada por uma doença, traumatismo ou falha genética.

Diurese
Relativo ao volume urinário.

Diverticulite
Inflamação de divertículo, uma expansão da parede intestinal.

Drenagem
Retirada de excesso de líquido ou secreções de determinado compartimento ou cavidade.

Dura-máter
Revestimento membranoso externo do cérebro e da medula espinhal.


E

Eletroencefalograma
Exame realizado com um instrumento específico (eletroencefalégrafo) que registra e monitora a atividade elétrica do encéfalo.

Escara
Úlcera produzida nas áreas cutâneas que sofrem maior pressão.

Estado vegetativo permanente
Estado em que o paciente alterna sono e vigília com a abertura espontânea dos olhos, mas não existe nenhum contato com o mundo exterior.

Eupnéia
Respiração normal

Exames de laboratório
Testes feitos em materiais orgânicos (sangue, urina, fezes, líquido cefalo raquidiano e outros materiais biológicos) para fazer diagnóstico de doenças, monitoramento de tratamento de doenças ou em caráter de triagem.


F

Fisioterapia
Tratamento que utiliza massagem, exercício e aplicação de meios físicos como o calor, frio, luz, água e a eletricidade, promovendo a recuperação das funções motoras e respiratórias do paciente.

Fratura
Perda da continuidade de um osso, comprometendo a sua integridade.

Fungemia
Infecção generalizada causada por fungos.


G

Gastroenterite
Inflamação do estômago e do intestino causada, geralmente, por infecção bacteriana ou viral.

Gene
É a unidade fundamental da hereditariedade. Cada gene é formado por uma seqüência específica, mais ou menos longa, de bases nitrogenadas. Os genes formam as fitas de DNA e, conseqüentemente, os cromossomos de uma célula. A espécie humana tem cerca de 30.000 genes, divididos em 23 pares de cromossomos.

Genética
Ramo da biologia que trata da herança e transmissão de genes. Ela se ocupa das diferenças entre os seres vivos, das suas causas e dos mecanismos e leis da transmissão dos caracteres individuais.

Genoma
É o conjunto dos genes de uma espécie. Na espécie humana há cerca de 30.000 genes, distribuídos em 23 pares de cromossomos.

Ginecomastia
Aumento anormal de uma ou ambas as glândulas mamárias no homem. Associa-se a diferentes enfermidades como cirrose, tumores testiculares, etc.

Glicemia
Quantidade de açúcar no sangue.


H

Hipertensão
Elevação anormal da pressão; termo geralmente utilizado para designar a hipertensão sangüínea ou arterial.

Hipotensão
Redução anormal da pressão. O termo é geralmente utilizado para designar uma queda na pressão arterial ou sangüínea.

Hipotermia
Redução da temperatura do corpo abaixo do normal.

Hormônios
Substâncias químicas produzidas por determinados órgãos (geralmente glândulas) que, uma vez na corrente sangüínea, atuam regulando a atividade de outros órgãos ou sistemas.

Hotter
Exame que grava os batimentos cardíacos durante 24 horas.


I

Insuficiência
Condição em que um órgão é incapaz de cumprir sua função. Por exemplo, a insuficiência coronariana é a incapacidade das artérias coronárias de irrigar o coração.

Insuficiência cardíaca congestiva
Falência do coração com represamento de líquido (plasma) no interior dos alvéolos, levando à insuficiência respiratória.

Intensivista
Médico especializado no atendimento de paciente internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI).

Intubação ou entubação
Colocação de um tubo ou sonda em um paciente para auxiliar a respiração.

Isquemia
Diminuição ou supressão da irrigação sangüínea para uma determinada parte do organismo produzida por um bloqueio na artéria.


L

Leucemia
É um câncer do sangue ou da medula óssea de origem, na maioria das vezes, não conhecida. Ela tem como principal característica uma proliferação anormal de células sangüíneas, geralmente leucócitos. A medula óssea é o local de formação das células sangüíneas, ocupa a cavidade dos ossos (princi-palmente esterno e bacia) e é conhecida popularmente como tutano. Nela são encontradas as células mães ou precursoras (stem cells), que originam os elementos figurados no sangue: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e plaquetas.

Ligamento
Estrutura, formada pelo tecido fibroso, que une articulações ou órgãos do corpo, dando-lhes apoio e permitindo seu movimento.

Linfoma
Tumor maligno dos tecidos linfáticos, geralmente maligno.

Líquido pleural
Líquido existente entre as membranas pleurais (que revestem os pulmões externamente e a caixa torácica internamente), lubri-ficando e facilitando a movimentação dos pulmões, durante a respiração.

Luxação
Perda da congruência óssea de uma articulação.


M

Miocárdio
Músculo cardíaco responsável pela contração cardíaca.

Morte cerebral
Parada total de funcionamento do cérebro com persistência dos batimentos cardíacos.

Muco
Secreção contínua e viscosa produzida pelas glândulas mucosas; atua como uma barreira protetora ou lubrificante.

Músculo
Tecido do organismo que tem a capacidade de contração e relaxamento e a função de produzir movimento em partes do corpo. Existem três tipos de músculos: esquelético, cardíaco e liso. Os músculos esqueléticos têm ação voluntária; o músculo cardíaco tem ação involuntária; os músculos lisos também tem ação involuntária e fazem parte de diversos órgãos, como estômago, bexiga, intestino etc.

Mutação genética
Erro na constituição de um gene, que pode ou não ser transmitido às futuras gerações. Os genes estão freqüentemente sujeitos a erros, mas o organismo tem meios de corrigir os genes mal-funcionantes. Quando isto não acontece, a mutação pode alterar significativamente o comportamento da célula onde ela ocorreu.


N

Natimorto
Que nasceu morto. Aquele que veio à luz com sinais de vida mas logo morreu.

Necrose
Estado de um tecido resultante da morte de células.

Neonatal
Relativo ao recém-nascido.

Neoplasia
Tecido anormal que cresce mais rapidamente do que o habitual, podendo ser benigno ou maligno.

Neurológico
Relativo ao estudo da anatomia, fisiologia e patologia do sistema nervoso.

Neurônio
Célula nervosa responsável pela produção e condução dos estímulos.


O

Obstrução
Fechamento ou estreitamento de ductos, vasos ou vísceras ocas. A obstrução coronariana, por exemplo, dificulta o fluxo normal de sangue nas artérias coronárias; a intestinal, o trânsito e a eliminação das fezes; e a respiratória, a absorção de oxigênio e a eliminação de gás carbônico.

Órtese
Dispositivo de sustentação ou correção para uso ortopédico.

Osteomielite
Infecção bacteriana de osso.

Osteoporose
É uma doença que atinge os ossos. Caracteriza-se quando a quantidade de massa óssea diminui substancialmente e desenvolve ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, mais sujeitos a fraturas. Faz parte do processo normal de envelhecimento e é mais comum em mulheres do que em homens. A doença progride lentamente e raramente apresenta sintomas. Se não forem feitos exames pode passar despercebida.

Otoplastia
Cirurgia de correção de deformidades na orelha externa.


P

Pressão arterial
Pressão com que o sangue circula pelas artérias.

Projeto Genoma
Denominação dada à tarefa de decodificação dos genes do DNA humano realizada em vários laboratórios, reunidos num consórcio internacional.

Prótese
Termo médico para designar um substituto artificial de qualquer parte do corpo, como dente, artéria, braço etc.

Puerpério
Fase pós-parto em que a mulher experimenta modificações físicas e psíquicas, tendendo a voltar ao estado que a caracterizava antes da gravidez.

Punção
Inserção de agulha ou instrumento apropriado em veia, cavidade onde há líquido – como a medula espinhal – ou em local onde há matéria purulenta, com objetivos diagnósticos ou de drenagem.

Q

Queimadura
Destruição dos tecidos do corpo provocada por calor (causado por exposição ao sol, fogo, atrito ou eletricidade), frio, radiação ou produto cáustico. As queimaduras são classificadas de acordo com a profundidade dos danos causados. A queimadura de primeiro grau, por exemplo, provoca vermelhidão da pele, mas desaparece sem deixar marcas; a de segundo grau destrói as estruturas mais profundas da pele e provoca bolhas, exigindo, muitas vezes, que sejam feitos enxertos; e a de terceiro grau atinge até os tecidos mais profundos, como gordura e músculos, deixando uma área aberta. Por isso, requer enxertos e apresenta risco de morte.

Quelóide
Lesão proliferativa, formada por tecido de cicatrização, fibroso, secundária a um traumatismo da pele.

Quimioterapia
É o tratamento anti-neoplásico baseado em medicamentos capazes de destruir células tumorais. Administrada de forma sistêmica (geralmente por via endovenosa ou via oral), é capaz de atacar células tumorais no seu local de origem e em locais distantes do tumor primário (metástases). Isto ocorre porque as drogas quimioterápicas entram na circulação sangüínea e são distribuídas pelo corpo todo.

R

Ressonância magnética
Exame diagnóstico por imagem que utiliza procedimento em que o paciente é colocado dentro de um campo magnético e é submetido a impulsos de radiofreqüência em ângulos diversos. Os íons de hidrogênio do corpo emitem sinais que variam de acordo com a sua maior ou menor concentração e que são processados e transformados por um computador.

Reto
É a última porção do intestino grosso, terminando no canal anal.

Revascularização
Nova formulação ou multiplicação de vasos sanguíneos ou linfáticos em tecidos, órgãos ou regiões do corpo. Pode ser espontânea ou cirúrgica.

Rinoplastia
Cirurgia para correção de deformidades no nariz.

Ritidoplastia
Cirurgia plástica de rejuvenescimento facial.


S

Sonda
Haste fina, flexível, macia ou oca que pode ser introduzida em um canal ou cavidade do organismo. Tem diversas utilidades: diagnóstico e tratamento de condições anormais; exploração ou dilatação de um canal e drenagem de líquidos.

Sonda gástrica
Sonda introduzida no estômago com a finalidade de drenagem do suco gástrico ou alimentação.

Sudorese
Ato de suar.

Sutura
Corte cirúrgico fechado com fio de algodão preto.

T

Tronco cerebral
Uma das partes do cérebro.

Tuberculose
Infecção humana causada pelo Mycobacterium tuberculosis. A forma mais comum é a pulmonar.

Tubo endotraqueal
Sonda introduzida na traquéia para facilitar a entrada de ar para os pulmões (neste caso, é intermediária entre a traquéia do paciente e um respirador artificial) ou para facilitar a retirada de materiais estranhos ou excesso de secreções pulmonares nas vias aéreas, através de aspiração.

Tumor
Aumento de volume de tecidos de qualquer parte do corpo. Pode ser benigno ou maligno.


U

Úlcera
Lesão aguda ou crônica da pele ou de membranas mucosas internas, cuja origem pode ter causas variadas.

Ultrassonografia
Exame diagnóstico por imagem que utiliza a emissão de ondas de alta freqüência ou ultra-sônicas para localizar e delinear estruturas profundas dentro do organismo.

V

Vasodilatador
Droga ou agente que provoca a dilatação do vaso sanguíneo.

Via parenteral
Que utiliza a via venosa, central ou periférica para administrar diversas substâncias (alimentos, água, medicamentos, glicose etc.) a um paciente.

Via venosa
No interior da veia.

Vírus
Microorganismos que tem apenas um ácido nucléico (RNA ou DNA) e são capazes somente de replicar em células vivas. Podem ou não ser envelopados.



Lenalidomida é incluída em controle especial    
Estudo mostra aumento de problemas cardíacos por causa de analgésicos    
Dor de cabeça não é mera desculpa    
Distúrbio e Hormônio do Crescimento GH    
Ginastica para gestantes    
Garrafada de Plantas Medicinais    
Saude e Sexualidade: Pompoarismo    
Cha verde protege contra Alzheimer e cancer    
Cuba anuncia 1a vacina terapeutica contra cancer de pulmão    
Cientistas descobrem como alguns canceres se tornam malignos    
Cientistas chilenos desevolvem vacina contra alcoolismo    
ASMA: A VILÃ DA INFÂNCIA    
Dicas para acabar com a celulite e estrias    
Sonho: Desejo de engravidar    
A Cura do câncer    
A Cura da AIDS    
O poder do vinho na saude    
Infertilidade humana    
4BIO Medicamentos Especiais    
Corrimento vaginal: Como evitar    
Câncer de mama    
Câncer colo-retal    
Osteoporose    
Glaucoma    
Próstata    
Calvície    
Disfunção erétil    
Tamanho do pênis    
Tensão Pré menstrual    
Espinhas, cravos, acne    
Ejaculação precoce    
Viva mais e melhor    
Parar de fumar    
Doenças Cardíacas    
Hemorróidas    
Labirintite    
Infarto cardíaco    
Obsesidade    
Cólicas Menstruais    
Síndrome do Ovário Policístico    
Câncer colo-retal    
10 dicas para a saúde sexual masculina    
Obesidade x Saúde sexual    
Os riscos da falta de vitamina D    
Grandes doses de vitamina B podem atrasar ou deter o Alzheimer    
O poder do AMARANTO    
Estatinas contra o Colesterol    
Diabetes. Preciso tomar remédios?    
Tudo sobre Força Muscular e Saude do corpo    
Pilula do dia seguinte    
Dicionário Médico    
Disposição versus cansaço    
Principais laboratorios    
O dano dos anabolizantes    
Viagra x Cialis x Levitra - Comparativo medic. para impotencia    
10 perguntas e respostas sobre pílulas anticoncepcionais    
Musculação    
Homeopatia X Alopatia    
Medicamentos similares    
Medicamento de referência    
Medicamentos genéricos    

O Ministério da Saúde adverte: Todo medicamento pode causar mal a saúde. Todas informações sobre saúde contidas neste site são fornecidas somente para fins educativos e não pretendem substituir, de forma alguma, as discussões estabelecidas entre médico e paciente.
Todas as decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, que levarão em consideração as características exclusivas de cada paciente. Não faça auto-medicação. Consulte o médico regularmente.
Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia Encontre medicamentos e muito mais. Pesquise preços, compare e Compre online!
Preços de Medicamentos - ® 2010. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA PRINCIPAL | QUEM SOMOS | NOTÍCIAS | ABC DA SAÚDE | CONTATO
contato@precosdemedicamentos.com.br