Pesquise Preços de Medicamentos e Compre Online Pagina Principal Notícias e novidades ABC da Saúde Contato Adicione este site aos seus favoritos
Pesquisar

Estudo mostra aumento de problemas cardíacos por causa de analgésicos
 
Publicada em 30/09/2016 11h42

Analgésicos de uso corrente aumentam o risco de insuficiência cardíaca, principalmente se usados em doses fortes e durante longos períodos, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira (29), pela revista científica British Medial Journal (BMJ). Entre os medicamentos estão produtos conhecidos, como o Cataflan e o Voltaren.
 
Trata-se de medicamentos contra a dor e inflamações vendidos sem receita médica em muitos países, como os anti-inflamatórios não-esteroides (AINS) e uma nova classe do gênero, os chamados anti-Cox2. Muitos estudos publicados nos últimos anos evocam um risco cardiovascular maior para vários desses anti-inflamatórios, mas sem estudar precisamente a relação entre dose ingerida e o risco.
 
Pesquisadores dirigidos por Giovanni Corrao, da Universidade de Milão-Bicocca, estudaram oito milhões de pacientes europeus que usavam anti-inflamatórios (23 tipos de AINS e quatro de anti-COX2). Mais de 90 entre eles foram hospitalizados por algum tipo de insuficiência cardíaca ao longo de cerca de 12 anos.
 
Após determinar outros fatores potenciais de risco, os pesquisadores fizeram uma lista dos sete anti-inflamatórios mais tomados entre os pacientes afetados: diclofenaco (como Cataflam e Voltarem, no Brasil), ibuprofeno, indometacina, cetorolaco, naxopreno, nimesulida e piroxicam. Entre os coxibs, foram apontados o etericoxib e o rofecoxibe e rofecoxibe.
 
Os riscos aumentaram de 16% a 83% segundo o medicamento e o estado inicial do utilizador. Com doses fortes, o risco de hospitalização inclusive dobrou, principalmente no caso do diclofenaco.
 
“Na medida em que qualquer aumento de um risco potencial pode ter um impacto considerável na saúde pública, as estimativas fornecidas por este estudo podem ser utilizados na prática clínica e no trabalho regulamentar”, afirmam os autores da pesquisa.
 
Eles reconhecem que se trata de um estudo “de observação” e que nenhuma conclusão de causa e efeito podem ser definidas por enquanto.

Fonte: Portal Alagoas 24 Horas


Estudo mostra aumento de problemas cardíacos por causa de analgésicos    
Dor de cabeça não é mera desculpa    
Distúrbio e Hormônio do Crescimento GH    
Ginastica para gestantes    
Garrafada de Plantas Medicinais    
Saude e Sexualidade: Pompoarismo    
Cha verde protege contra Alzheimer e cancer    
Cuba anuncia 1a vacina terapeutica contra cancer de pulmão    
Cientistas descobrem como alguns canceres se tornam malignos    
Cientistas chilenos desevolvem vacina contra alcoolismo    
ASMA: A VILÃ DA INFÂNCIA    
Dicas para acabar com a celulite e estrias    
Sonho: Desejo de engravidar    
A Cura do câncer    
A Cura da AIDS    
O poder do vinho na saude    
Infertilidade humana    
4BIO Medicamentos Especiais    
Corrimento vaginal: Como evitar    
Câncer de mama    
Câncer colo-retal    
Osteoporose    
Glaucoma    
Próstata    
Calvície    
Disfunção erétil    
Tamanho do pênis    
Tensão Pré menstrual    
Espinhas, cravos, acne    
Ejaculação precoce    
Viva mais e melhor    
Parar de fumar    
Doenças Cardíacas    
Hemorróidas    
Labirintite    
Infarto cardíaco    
Obsesidade    
Cólicas Menstruais    
Síndrome do Ovário Policístico    
Câncer colo-retal    
10 dicas para a saúde sexual masculina    
Obesidade x Saúde sexual    
Os riscos da falta de vitamina D    
Grandes doses de vitamina B podem atrasar ou deter o Alzheimer    
O poder do AMARANTO    
Estatinas contra o Colesterol    
Diabetes. Preciso tomar remédios?    
Tudo sobre Força Muscular e Saude do corpo    
Pilula do dia seguinte    
Dicionário Médico    
Disposição versus cansaço    
Principais laboratorios    
O dano dos anabolizantes    
Viagra x Cialis x Levitra - Comparativo medic. para impotencia    
10 perguntas e respostas sobre pílulas anticoncepcionais    
Musculação    
Homeopatia X Alopatia    
Medicamentos similares    
Medicamento de referência    
Medicamentos genéricos    

O Ministério da Saúde adverte: Todo medicamento pode causar mal a saúde. Todas informações sobre saúde contidas neste site são fornecidas somente para fins educativos e não pretendem substituir, de forma alguma, as discussões estabelecidas entre médico e paciente.
Todas as decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, que levarão em consideração as características exclusivas de cada paciente. Não faça auto-medicação. Consulte o médico regularmente.
Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia Encontre medicamentos e muito mais. Pesquise preços, compare e Compre online!
Preços de Medicamentos - ® 2010. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA PRINCIPAL | QUEM SOMOS | NOTÍCIAS | ABC DA SAÚDE | CONTATO
contato@precosdemedicamentos.com.br